domingo, 31 de maio de 2020
47 98418-6588
Economia

31/03/2020 ás 09h01

45

Jean de Souza

Blumenau / SC

Fábricas calçadistas de São João Batista botam 1.200 na rua
Um verdadeiro caos. Assim reagiu a população de São João Batista, ladeado por Tijucas, Tijipió, Canelinha e outra penca de localidades agarradas, compondo um dos grupos fortíssimo na fabricação de calçados no sul do Brasil e que acaba de mandar 1.200 empregados pra rua.
Fábricas calçadistas de São João Batista botam 1.200 na rua
Foto/Divulgação.

A cidade não registrou nenhum caso de Coronavírus até esta segunda, 30. Mas com o decreto do Governador Carlos Moisés e um prejuízo calculado em mais de R$339 milhões, as firmas quebraram em menos de duas semanas.


O setor calçadista de São João Batista, hoje com seus 37 mil habitantes, e região é o pilar da economia local. A quebradeira terá efeito dominó. Segundo entidades empresariais do município, a tendência é o empobrecimento de toda a essas populações.


O prefeito, Daniel Netto Cândido, PSD, 40 anos, não sabe qual medida tomar. Vem tentando negociar com as empresas mas encontra dificuldades. Com todos os funcionários confinados, a situação segue insustentável. E o País está há pouco mais de 13 dias de braços cruzados... Imaginem daqui uns 30, 40 dias...

FONTE: Redação

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium